AMOR DE DEUS!

Porque estou certo de que,
(denota uma certeza afetuosa, forte e plena, crescendo a partir da experiência de força e suavidade do amor divino. E aqui, ele numera todas aquelas coisas que, provavelmente, podem ser considerados como obstáculos que poderiam separar Cristo dos crentes, e conclui que isso seria impossível.)

nem a morte,


 nem a vida,
(nem os terrores da morte por um lado, nem os consolos e prazeres da vida por outro, nem o medo da morte, nem a esperança da vida. Nós não seremos separados desse amor, seja na morte, seja na vida.)


 nem os anjos, nem os principados, nem as potestades,
 (tanto anjos bons como maus  são chamados de principados e potestades; os bons, em Efésios 1.21; Colossenses 1.16; os maus, em Efésios 6.12; Colossenses 2.15. e nenhum dos dois fará isso; os anjos bons não farão, os maus não devem; e nenhum dos dois grupos podem fazê-los. Os anjos bons são amigos engajados, os maus, inimigos dominados.)

nem o presente,


 nem o porvir,
(nem a percepção das tribulações, nem o temor das que virão. O tempo não nos separará, a eternidade também não. As coisas presentes nos separam das coisas por vir; e as coisas que virão nos separam e desligam das presentes, mas nenhuma nos separa do amor de Cristo, cujo favor está entrelaçado com as coisas presentes e as futuras.)


 nem a altura,


 nem a profundidade,
(nem a altura da prosperidade e da promoção, nem a profundidade da adversidade e da desgraça; nada que venha de cima do céu, nenhum temporal, nem tempestade; nada sobre terra, nem rochas, nem mares, nem calabouços.)


 nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus,
(qualquer coisa que possa ser nomeada ou pensada. Não nos separará, não poderá nos separar, do amor de Deus que está em Cristo Jesus nosso Senhor.)



 que está em Cristo Jesus nosso Senhor.
(Nada pode cortar ou prejudicar o nosso amor a Deus, ou de Deus para conosco; nada faz isso, nada pode fazer isso, exceto o pecado. Observe: O amor que existe entre Deus e os crentes verdadeiros é através de Cristo. Ele é o MEdiador de nosso amor; é nele e través dEle que Deus pode nos amar e nós ousamos amar a Deus. Essa é a base da firmeza do amor; por isso, Deus descansa em seu amor (Sf 3.17), porque Jesus Cristo, em quem Deus nos ama, é o mesmo ontem, hoje e para sempre.)


( Rm 8. 38-39)


Texto: Comentário Bíblico NT- Matthew Henry.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Blog Widget by LinkWithin

0 Comentários :

Postar um comentário

Querido(a) amigo(a), por favor, coloque seu nome identificando-se no comentário.
Selecione >> Nome/URL

 
Pin It button on image hover